Vivo é ruim e Claro não funciona em Apuí, denuncia Belarmino Lins

  De acordo com o deputado estadual Belarmino Lins (Progressistas), as operadoras de telefonia Vivo e Claro continuam causando prejuízos à população do município de Apuí, no Sul do Amazonas. Em agosto de 2019, com  base em informações encaminhadas ao seu gabinete pelo ex-vereador Juvenal Belo da Hora, o deputado enviou Moção de Apelo ao presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Juarez Martinho Quadros do Nascimento, defendendo medidas urgentes contra a Claro. “Naquela ocasião, o problema maior era a Claro, mas agora, além da Claro ter parado de funcionar, a Vivo também opera de forma negativa, seu serviço é ruim, jogando a população apuiense no isolamento”, comenta o parlamentar, que promete voltar a apelar a Anatel tão logo a Aleam reabra suas atividades em 2020. A precariedade dos serviços das duas operadoras, segundo Belarmino, exige uma ação rápida por parte da Anatel, pois a paralisação da telefonia móvel praticamente inviabiliza os serviços de Internet. “Os prejuízos causam muita indignação, a Prefeitura local é atingida, assim como a atividade comercial é bastante afetada, além de outros serviços essenciais à população que precisam da telefonia para atender as demandas populares”, finaliza o parlamentar progressista.     Gabinete do Deputado Belarmino Lins (PP) Texto: Assessoria do Deputado Juscelino Taketomi (92) 99223-6343 / 98181-1554    
13/01/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia